Significado da sigla LGBTQIA+ e sua importância na sociedade

Significado da sigla LGBTQIA+ e sua importância na sociedade

abril 22, 2021 2 Por Daniel Nolasco

O crescente e necessário movimento de educação e conscientização sobre orientação sexual e identidade de gênero pode levantar alguns questionamentos. Um grande exemplo disso é a dúvida que algumas pessoas possuem em relação ao significado da sigla LGBTQIA+ e sua importância na sociedade.

Para te ajudar a compreender o significado da sigla LGBTQIA+ de uma vez por todas, primeiro é preciso entender a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual.

De acordo com a Antra (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), identidade de gênero pode ser caracterizada como a “profunda e sentida experiência interna e individual do gênero de cada pessoa, que pode ou não corresponder ao sexo atribuído no nascimento”, ou seja, é a maneira como uma determinada pessoa se expressa de acordo com o gênero com o qual se identifica.

Leia mais: Direitos que a comunidade LGBTQIA+ alcançou nos últimos anos

Já a orientação sexual, ainda de acordo com a Associação, trata-se de uma “referência à capacidade de cada pessoa ter uma profunda atração emocional, afetiva ou sexual por indivíduos de gênero diferente (heterossexualidade), do mesmo gênero (homossexualidade) ou de mais de um gênero (bissexualidade)”.

Significado da sigla LGBTQIA+

Agora que você aprendeu a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual, vamos ao significado da sigla LGBTQIA+.

As primeiras três letras da sigla (LGB) são usadas para agregar grupos de acordo com a orientação sexual de cada indivíduo.

L – Lésbicas: mulheres que sentem atração emocional, afetiva ou sexual por outras mulheres;
G – Gays: homens que sentem atração emocional, afetiva ou sexual por outros homens;
B – Bissexuais: pessoas que sentem atração emocional, afetiva ou sexual por homens e mulheres.

Depois dessas três primeiras letras, a sigla passa a acolher as diferentes identidades de gênero.

T – Transgêneros, Transexuais e Travestis: pessoas que se identificam com um gênero diferente do que foi designado no nascimento. É o oposto da pessoa cisgênero (“cis”, pessoas que se identificam com o gênero de nascimento);

Q – Queer: pessoas que transitam entre as diferentes noções de gênero e sexualidade. Esta teoria afirma que os conceitos de orientação sexual e identidade de gênero são construções sociais e não algo que esteja atrelado à funcionalidade biológica.

I – Intersexo: o mais recente conceito de identidade de gênero diz repeito às pessoas que possuem caracerísticas biológicas e sexuais (genitais, hormônios, cromossomos, etc.) que não se enquadram como feminino, nem como masculino. A letra também representa as pessoas não-binárias.

A – Assexuais: pessoas que não sentem atração emocional, afetiva ou sexual por outras pessoas, independente da identidade de gênero e da orientação sexual de cada indivíduo.

+: sinal utilizado para agregar outras variações de gênero e sexualidade, como é o caso das pessoas pansexuais, que sentem atração emocional, afetiva ou sexual por qualquer pessoa, não importando a identidade de gênero e a orientação sexual do indivíduo.

A importância da sigla na sociedade

Enquanto a sigla LGBTQIA+ não era usada para agregar os diferentes grupos de identidade de gênero e orientação sexual, outros termos foram difundidos na sociedade. A primeira versão da sigla era ‘GLS’, termo usado para se referir a gays, lésbicas e simpatizantes (pessoas heterossexuais apoiadoras da causa).

Logo após, surgiu o termo ‘GLBT’ (gays, lésbicas, bissexuais e transexuais), que retirou a letra ‘S’ por considerar que pessoas heterossexuais não eram protagonistas do movimento, LGBT e LGBTI+. A troca entre as letras ‘L’ e ‘G’ foi necessária para dar mais visibilidade à equidade de gênero e às pautas sobre visibilidade lésbica.

Enfim, todas essas mudanças servem para mostrar a necessidade de inclusão das pessoas em suas mais diversas identidades de gênero e orientações sexuais. Cada letra representa um determinado grupo que sofre pela marginalização e pela violência da sociedade, e cada uma dessas pessoas merece respeito.

Agora que você conhece o significado da sigla LGBTQIA+ e a sua necessidade para a construção de uma sociedade mais tolerante e inclusiva, compartilhe esse artigo com seus amigues.

Siga a Bicha da Justiça no Instagram para conhecer mais sobre direitos LGBTQIA+ no Brasil.